.

.

sexta-feira, dezembro 08, 2017

Não banalizo as dores...


Não ignoro o sofrimento. 

Não banalizo as dores que a gente sente, que não são poucas (…) 

Mas, eu acho que, à parte os embaraços do caminho, quando a gente se fecha para a beleza do mundo, a vida fica insípida. 

Quero continuar a ter esse olhar capaz de se encantar com coisas que vê mesmo quando, particularmente, a minha história se torna difícil de ser lida… 

Os problemas continuam, mas o coração ganha um doce que muitas vezes nos ajuda a temperar os amargos.


Ana Jácomo

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...