sexta-feira, outubro 24, 2014

Boa Noite...

Deixando meu carinho...


Boa noite Comentando...








Silêncios e palavras...



Não diga as coisas com pressa.
Mais vale um silêncio certo que uma palavra errada.

Demora naquilo que você precisa dizer.
Livre-se da pressa de querer dar ordens ao mundo.

É mais fácil a gente se arrepender de uma palavra que de um silêncio.
Palavra errada, na hora errada, pode se transformar em ferida naquele que disse, e também naquele que ouviu.

Em muitos momentos da vida o silêncio é a resposta mais sábia que podemos dar a alguém.
Por isso, prepara bem a palavra que será dita.

Palavras apressadas não combinam com sabedoria.
Os sábios preferem o silêncio.

E nos seus poucos dizeres está condensada uma fonte inesgotável de sabedoria.
Não caia na tentação do discurso banal, da explicação simplória.

Queira a profundidade da fala que nos pede calma.
Calma para dizer, calma para ouvir.

Hoje, neste tempo de palavras muitas, queiramos a beleza dos silêncios poucos.
(Pe. Fábio de Melo)





Sol Hoffmann

Boa sorte "Meu Brasil Brasileiro"!!!


Bom Dia!!!

Durante parte campanha para Presidente do Brasil, ocupei este espaço para editar coisas em que acredito...

Pouca coisa dita por mim, mas  sempre no que acredito...

Quero agradecer e me desculpar com minhas companheiras de blog... Obrigada Sol...Obrigada Rose...

Hoje termina neste post minha pequena contribuição na campanha do Aécio, candidato em quem acredito...

O Brasil precisa de mudanças...

Mudar...Renovar...

Chega de fanatismo político e partidário... Chega da ganância pelo poder...

Está na hora do Brasil ter um Presidente que lute pelo povo brasileiro...

Presidir é um trabalho árduo e constante...

Chega de vaidades políticas...

Chega de "usar" os mais pobres como arma de defesa e ataque...

Está na hora de lutar por eles..

Está nas mãos dos brasileiros a mudança...

Mas se não der certo, não vamos nos revoltar...

Quero o bem do Brasil...

Tentarei fazer a minha parte...

Faça você a sua...

Vote com a certeza que está votando para o bem da sua Pátria...

Vote pela verdade.... Vote contra a corrupção...

Boa Sorte gente do "meu" Brasil...

Boa sorte "Meu Brasil Brasileiro"!!!

maria tereza cichelli



CRIME ELEITORAL - VEJAM!!!



PT distribui jornais falsos acusando candidato Aécio de ser contra o Rio de Janeiro. A sujeira eleitoral desse partido desconhece limites!

Vida...


Sei que haverá problemas em minha vida, mas quem disse que eu não estou disposta a sofre-los?

Sei que haverá momentos de angustia, mas quem disse que eu não posso passa-los?

Minha vida não é somente um mar de rosas, ela é um livro, este tem vários temas; alegria, amor, tristeza, dor, amizade...

A cada dia este livro é interessante.

A vida é uma escola, a cada dia se tem novas lições, e cabe apenas á você aprende-las.

Tem dia que você erra, mas você acaba adquirindo experiência.

Um dia você esta de pé, outro você está no chão.

Se você é astuto nunca fica no chão, sabe se impor perante os desafios.

Sabe que o chão é o lugar dos perdedores.

Você sabe que passar os desafios não é fácil, quem disse que seria!?

O nome já diz; DESAFIO!

Me diga; em que trecho o seu livro está?

Se queres um trecho bom, eu lhe dou um;

Mudança.

Mudar!?

Sim!

Somente você sabe por onde...


Anne Caroline Monteiro M.

Leviana??? Pera lá…


A campanha tucana está tendo que lidar com um problema semântico bizarro.

Quando Aécio chamou Dilma de ‘leviana’, alguns eleitores assistindo ao debate acharam que a palavra era sinônimo de ‘prostituta’, e concluíram, portanto, que Aécio foi deselegante e agressivo demais.

De acordo com o Aurélio, ‘leviano’ quer dizer ‘pouco refletido’, ‘precipitado’, ‘imprudente’. 

No Michaelis, ‘que não tem seriedade ou que procede repreensivamente.’ 

O marqueteiro de Dilma sabe disto, e não é à toa que Lula repete a toda hora a ‘acusação’ de Aécio.

Para relaxar desta campanha, você pode ouvir o samba homônimo de Zé Keti. (clique)

Por Geraldo Samor

Hoje na Históra...


Nasce Ziraldo, “pai” do Menino Maluquinho

Um dos mais celebrados ilustradores brasileiros nascia no dia 24 de outubro de 1932, em Caratinga, Minas Gerais.

Trata-se de Ziraldo Alves Pinto que, além do talento para o desenho, também é pintor, jornalista, teatrólogo, chargista, caricaturista e escritor.

Ele começou a carreira nos anos 50 em veículos como Jornal do Brasil, O Cruzeiro e Folha de Minas.

A fama veio na década de 60, com o lançamento da primeira revista em quadrinhos brasileira feita por um só autor, A Turma do Pererê.

Foi fundador e depois diretor do periódico O Pasquim, tabloide de oposição ao regime militar.

O trabalho na revista foi uma das prováveis razões para a sua prisão nesta época. Ziraldo também fez sucesso com quadrinhos para adultos, especialmente The Supermãe e Mineirinho - o Comequieto.

Em 1969, Ziraldo publicou o seu primeiro livro infantil, FLICTS, que conquistou fãs em todo o mundo.

A partir de 1979, concentrou-se na produção de livros para crianças, e, em 1980, lançou O Menino Maluquinho, um dos maiores sucessos editoriais no Brasil.

A obra já foi adaptada para teatro, quadrinhos, ópera infantil, videogame, internet e cinema.

Seus trabalhos já foram traduzidos para diversos idiomas, como inglês, espanhol, alemão, francês, italiano e basco.

Em 2008, se envolveu em uma polêmica por conta de uma indenização e de uma pensão vitalícia recebidas por ter sido perseguido durante o regime militar no Brasil.

Alguns jornalistas e artistas que também sofreram durante a ditadura criticaram Ziraldo por ter aceito o dinheiro.






Morre Christian Dior, estilista francês 

Designer de moda francesa, o estilista Christian Dior morria no dia 24 de outubro de 1957.

Ele começou a trabalhar com ilustrações para moda nos anos 30 para uma revista semanal.

Em 1942, trabalhou com o estilista parisiense Lucien Lelong.

Em 1947, revolucionou a moda com o "New Look", conceito que tinha como característica os ombros pequenos, a cintura natural e uma saia volumosa.

O estilo causou uma mudança drástica em relação ao que vinha sendo usado na Segunda Guerra Mundial, com saias curtas e ombros acolchoados.

Como legado, Dior simbolizou um marco para a moda parisiense, que passou a ser comercializa em escala mundial.



History

‼‼ATENÇÃO‼‼


"Essa não é uma eleição PT x PSDB.
 Não é uma eleição Lula x FHC.
 Não é uma eleição Bolsa Família x Passar Fome.
 Não é uma eleição Esquerda x Direita.

Essas rivalidades são os argumentos fabricados para cada um justificar seu voto, sua torcida.

O PT não é o mesmo partido que era há mais de 12 anos atrás - muitos PTistas já reconheceram isso.

O PT "se endireitou" onde precisava, queria e manteve programas sociais de esquerda.

Da mesma forma, o PSDB não é o mesmo partido de 12 anos atrás.

Ele percebeu que a esquerda tem programas e pensamentos sociais bons e interessantes - e que precisam (e vão) ser mantidos.

Eu não vou votar ou deixar de votar porque um ou outro candidato foi preso por roubar um banco ou se negou a fazer bafômetro.

Não vou votar ou deixar de votar porque o irmão da candidata recebe sem trabalhar ou porque falam que o tio do outro se benefício com desapropriação para um aeroporto.

Essa definitivamente não é uma eleição das pessoas Dilma x Aécio.

O BRASIL não é o mesmo país de 12 anos atrás.

A vida da maioria de nós melhorou sim - mas não exclusivamente por causa do PT e nem exclusivamente porque o PSDB "preparou o terreno" pro governo Lula - hipocrisia dizer qualquer das duas bravatas.

A vida melhorou muito, tanto por causa de um trabalho de base econômica necessária do PSDB quanto por ótimos programas trazidos pelo PT, mas principalmente pela conjectura econômica mundial.

E é certo - como dois e dois são quatro - que a vida vai continuar melhorando, independente de quem vencer as eleições, não me venham com as bravatas de militantes/torcedores cegos.

Os programas de bolsa família e outros vão continuar, assim como o Brasil vai continuar sendo um importante líder mundial.

E essa não é a eleição do corrupto x santo.

Essa é a eleição do CHEGA! 

Escolher o 45 no lugar do 13 é da um recado de que a corrupção já deu. 

E que se o PSDB roubar nós também vamos tirar ele de lá.

Não se vota por idolatrar ou não um candidato, vota-se para dar um recado moral para ambos os partidos.

Vou votar pra tirar o PT e dizer: eu não suporto mais!

E se o PSDB for parte em tantos escândalos assim nos próximos quatro anos, eu vou pra rua de novo, vou exercer minha cidadania de novo.... chega!

Dê seu recado você também, vote 45 e grite bem alto: 

EU QUERO UM PAÍS MELHOR!"

[Dra. Karla Maia, Juíza Federal]



Wesley Schunk

Bem vindo Neymar!



Aécio Neves

quinta-feira, outubro 23, 2014

Youssef entrega Dilma e Lula: eles sabiam de tudo


O ex-presidente Lula e a atual presidente Dilma Rousseff tinham pleno conhecimento do esquema de corrupção que pode ter roubado R$ 10 bilhões dos cofres da Petrobras, segundo revelou o caixa do esquema, megadoleiro Alberto Youssef, em depoimento à Polícia Federal e o Ministério Público Federal.

A revelação está na edição da revista Veja que circula nesta sexta-feira.

Segundo Veja, na última terça-feira, o doleiro Alberto Youssef entrou na sala de interrogatórios da Polícia Federal em Curitiba para prestar mais um depoimento em seu processo de delação premiada.

Como faz desde o dia 29 de setembro, sentou-se ao lado de seu advogado, pôs os braços sobre a mesa, olhou para a câmera posicionada à sua frente e se colocou à disposição das autoridades para contar tudo o que fez, viu e ouviu enquanto comandou um esquema de lavagem de dinheiro suspeito de movimentar 10 bilhões de reais.

A temporada na cadeia produziu mudanças profundas em Youssef.

Encarcerado desde março, o doleiro está bem mais magro, tem o rosto pálido, o cabelo raspado e não cultiva mais a barba.

O estado de espírito também é outro.

Antes afeito às sombras e ao silêncio, Youssef mostra desassombro para denunciar, apontar e distribuir responsabilidades na camarilha que assaltou durante quase uma década os cofres da Petrobras.

Com a autoridade de quem atuava como o banco clandestino do esquema, ele adicionou novos personagens à trama criminosa, que agora atinge o topo da República.

Perguntado sobre o nível de comprometimento de autoridades no esquema de corrupção na Petrobras, o doleiro foi taxativo:

— O Planalto sabia de tudo! 

— Mas quem no Planalto?, perguntou o delegado.

— Lula e Dilma, respondeu o doleiro.


Diário do Poder


Boa noite Comentando...






Envelheço...


Envelheço quando me fecho para as novas idéias e me torno radical.

Envelheço quando o novo me assusta. E minha mente insiste em não aceitar.

Envelheço quando me torno impaciente, intransigente e não consigo dialogar.

Envelheço quando meu pensamento abandona sua casa. E retorna sem nada a acrescentar.

Envelheço quando muito me preocupo e depois me culpo porque não tinha tantos motivos para me preocupar.

Envelheço quando penso demasiadamente em mim mesmo e conseqüentemente me esqueço dos outros.

Envelheço quando penso em ousar e já antevejo o preço que terei que pagar pelo ato, mesmo que os fatos insistam em me contrariar.

Envelheço quando tenho a chance de amar e deixo o coração que se põe a pensar: Será que vale a pena correr o risco de me dar? Será que vai compensar?

Envelheço quando permito que o cansaço e o desalento tomem conta da minha alma que se põe a lamentar.

Envelheço, enfim, quando paro de lutar!

(Autor Desc.)




Sol Hoffmann

Azul da cor do mar...


Ah! Se o mundo inteiro

Me pudesse ouvir

Tenho muito pra contar

Dizer que aprendi...

E na vida a gente

Tem que entender

Que um nasce pra sofrer

Enquanto o outro ri..

Mas quem sofre

Sempre tem que procurar

Pelo menos vir achar

Razão para viver...

Tim Maia 



maria tereza cichelli

O Amigo da Onça


Dois caçadores conversam em seu acampamento:

— O que você faria se estivesse agora na selva e uma onça aparecesse na sua frente? 

— Ora, dava um tiro nela. 

— Mas se você não tivesse nenhuma arma de fogo? 

— Bom, então eu matava ela com meu facão. 

— E se você estivesse sem o facão? 

— Apanhava um pedaço de pau. 

— E se não tivesse nenhum pedaço de pau? 

 — Subiria na árvore mais próxima! 

— E se não tivesse nenhuma árvore? 

— Sairia correndo. 

— E se você estivesse paralisado pelo medo? 

Então, o outro, já irritado, retruca:

— Mas, afinal, você é meu amigo ou amigo da onça? 

O personagem Amigo da Onça foi criado por Péricles de Andrade Maranhão e publicado pela primeira vez em 1943, na Revista Cruzeiro.

A Revista queria uma tirinha com um personagem fixo e sugeriu essa historinha acima como inspiração ao desenhista.

O termo AMIGO DA ONÇA passou a fazer parte do vocabulário brasileiro para designar aquele cara que só nos coloca em enrascadas.

A tirinha foi publicada na revista até 1963.



R7

Financial Times destaca "jogo sujo" da campanha petista pela reeleição

O jornal britânico Financial Times publica reportagem nesta quinta-feira, 23, com crítica ao debate político na reta final das eleições presidenciais no Brasil.

Ao citar acusações contra Marina Silva (PSB), o jornal destaca a acusação de que o Partido dos Trabalhadores (PT) usou "táticas de difamação" contra opositores.

O FT diz que a ex-ministra do Meio Ambiente acusa a campanha de Dilma Rousseff (PT) de "espalhar mentiras".

Entre as acusações que teriam sido feitas contra Marina no 1º turno das eleições, estão a de que eventual governo do PSB poderia proibir videogames e que a candidata era homofóbica.

 "Marina Silva acusa o PT de Dilma Rousseff de usar servidores públicos para espalhar mentiras pelas redes sociais e contatos comunitários, como o alerta de que a candidata que é evangélica iria proibir videogames", diz o texto.

Em afirmação citada pelo jornal britânico, Marina diz que "uma coisa terrível que eles (PT) disseram era que eu sou homofóbica e que uma pessoa gay tentou se aproximar de mim e meus seguranças bateram com tanta força que ele morreu".

"Você não tem ideia do que essas pessoas fizeram", completou a ex-ministra.

No segundo turno, a bateria volta-se contra o candidato Aécio Neves (PSDB) e o FT cita a afirmação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que comparou o tucano a um nazista.

"O tom negativo da campanha tem frustrado muitos membros da crescente classe média baixa do Brasil que estão desesperados para que os políticos debatam as questões críticas para o bem-estar, como a melhora da saúde pública, transporte e segurança", diz o jornal.

ISTOÉ Independente

Pisada de bola do Datafolha às vésperas de eleição tão disputada como esta beira a irresponsabilidade


O DATAFOLHA COMEU MOSCA 

 Todo mundo deve estar se perguntando como é que subitamente o otimismo em relação à economia aumentou tanto, mesmo com o medíocre crescimento previsto de 0,26% do PIB e a inflação esbarrando no teto da meta.

Simples: a pesquisa do Datafolha que revelou isso nesta quarta, 23, contém um erro primário de método.

Ao formular perguntas sobre a expectativa em relação à economia, o Datafolha não delimita um prazo (se até o final do ano, durante o governo Dilma, portanto; se no próximo governo, de Dilma ou Aécio) e muito menos define o cenário futuro, se num governo Dilma ou Aécio.

O resultado é óbvio: os eleitores de Dilma, apostando que ela vai ganhar, dizem acreditar que a economia vai melhorar; os eleitores de Aécio, apostando que ele vai ganhar, dizem acreditar que a economia vai melhorar.

Daí, chega-se à conclusão ilusória de que praticamente o país todo acredita que a economia vai melhorar.

É uma bobagem que, às vésperas de uma eleição tão disputada, beira a irresponsabilidade.

Ricardo Setti - VEJA

Ama a liberdade? Então não a deixe ir embora!


O PT defende ditaduras.

Sim, isso é fato, não acusação infundada. Fundou ao lado do regime opressor cubano o Foro de SP em 1990. Recusa-se a chamar os narcoguerrilheiros sequestradores das Farc de terroristas. Concede asilo a um assassino italiano só porque ele é comunista. Elogia o regime iraniano, que enforca gays. Pede “diálogo” com terroristas que degolam inocentes e assustam até os terroristas da Al Qaeda.

Na América Latina, desdenha dos países mais democráticos e prósperos, como Chile, Peru e Colômbia, para se alinhar ao Equador, Bolívia, Argentina e Venezuela. Quando o “presidente” venezuelano passou a atirar a esmo na própria população que protestava por democracia, usando inclusive milicianos cubanos, o governo Dilma se pronunciou… a favor do governo!

É isso que você quer para o Brasil? Que sejamos a próxima Venezuela? Não pense que é paranoia de direitista, conspiração de reacionário, exagero de campanha. Não! Vejam o próprio Lula afirmando o que pensa sobre Maduro, que afundou sua economia no completo caos, em que falta até papel higiênico e há racionamento para comprar comida:



Portanto, caros leitores, não será possível alegar ignorância depois, quando o Brasil não for mais uma democracia, e sim um país sob uma ditadura que controla a imprensa e asfixia nossas liberdades.

Quem votar em Dilma estará sendo conivente, cúmplice desse projeto nefasto de poder.

Se você ama a liberdade, então não a deixe ir embora!



Rodrigo Constantino - VEJA

Gilmar Mendes, com ironia, pergunta se Lula fez teste do bafômetro antes de discurso em palanque em BH


Em meio ao debate no julgamento de representação contra a propaganda da presidente Dilma Rousseff por uso de um discurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra o candidato Aécio Neves, na noite desta terça-feira, ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não se contiveram e usaram de ironia para se contraporem às declarações do ex-presidente. Estava em julgamento o discurso feito por Lula em palanque em Belo Horizonte (MG) no qual, entre outras coisas, o ex-presidente pergunta onde estaria Aécio Neves quando a jovem Dilma Rousseff estava presa, lutando pela democracia no país.

Num tom irônico, o ministro Gilmar Mendes, depois de ouvir que à época Aécio teria 10 anos de idade, comentou que Lula não teria passado pelo bafômetro antes de dar tais declarações, provocando risos no ministro João Otávio de Noronha, que votava. Noronha fez questão de dividir com os colegas o comentário. Mas, cauteloso, acrescentou logo em seguida que não seria adequado seguir por esse caminho para também não baixar o nível do debate na Corte.

— O ministro Gilmar disse aqui se ninguém perguntou se o candidato, não o candidato, mas quem afirma (Lula), passou pelo bafômetro antes de fazer tal declaração. Mas, isso aí vamos cair no mesmo nível... — disse Noronha.

Gilmar fez o comentário quando Noronha lia a declaração de Lula que considerou mais ofensiva a Aécio. No discurso de Lula, usado pela campanha de Dilma no programa eleitoral, logo depois de perguntar onde estaria Aécio quando Dilma lutava pela democracia, foi dito que o comportamento de Aécio não seria o comportamento de um candidato ou de alguém que tem responsabilidade, mas de um "filhinho de papai". O ministro Noronha, ao ler este trecho da representação, comentou que Aécio teria 10 anos à época, ou seja, que não teria como se cobrar responsabilidade de alguém com 10 anos e que, por isso, o uso desse trecho das declarações de Lula no programa em nada contribuiriam para a propaganda eleitoral. Foi neste momento que Gilmar Mendes comentou:

— E nem passou pelo bafômetro antes de falar isso...

O julgamento desse recurso do PSDB já começou em tom elevado, com a defesa contundente feita pelo advogado Caputo Bastos que criticou duramente a fala de Lula, classificando a comparação entre a atuação de Dilma e de Aécio durante a luta contra o regime militar como algo "patético".

— É mera conta matemática. Com todas as vênias que merece o ex-presidente, isso não é crítica política, é ofensa pessoal.

O advogado da campanha de Dilma, Ministro Arnaldo Versiani, tentou amenizar o problema, afirmando que as declarações tinham sido dadas no calor do palanque. O procurador-geral eleitoral da República, Rodrigo Janot, concordou e enfatizou que o Ministério Público estava com dificuldades de traçar os limites do que é possível ou não é possível na propaganda, depois da decisão da semana passada do TSE para barrar o que considerou baixo nível nos programas. O relator do recurso, Admar Gonzaga, considerou ofensivo o uso da fala em que Aécio é chamado do filhinho de papai.

O GLOBO

Hoje ainda será melhor do que ontem!


Hoje ainda será melhor do que ontem!

Este deve ser seu pensamento para todos os dias.

Acredite, confie em seus planos e a vida será cada vez melhor.

Os seus pensamentos irão determinar o tipo de vida que você vai ter.

Portanto, tenha pensamentos positivos, de esperança.

Confie!

Se você pensar que as coisas boas lhe acontecerão, isto se tornará realidade.

Afinal, nosso pensamentos são como ímã: se você pensar em coisas boas, só atrairá coisas boas.

Se você pensar em coisas ruins, elas virão rapidamente!

A decisão é sua!

Louise Hay

LULA: Demagogia e Mentiras

Publicado em 02/04/2013 

Contradição... começou com Lula e continua com a atual presidência, é praticamente quele ditado:

"O sujo falando do mal lavado", hoje o governo distribui diversos pacotes de auxilio em dinheiro, inclusive já foi definido os novos valores para o salário mínimo e o auxilio reclusão.

 Esse pais é uma PIADA !!!


Hoje na História...


Nasce João Capistrano Honório de Abreu, um dos primeiros grandes historiadores do Brasil 

Em um dia como este nascia, em Maranguape (CE), em 1853, um dos grandes historiadores do Brasil, João Capistrano Honório de Abreu.

Seu trabalho tem como característica a rigorosa investigação das fontes e uma visão crítica dos fatos históricos.

Mais tarde, ele se mudou para o Rio de Janeiro, onde trabalhou na Biblioteca Nacional e também como professor de Corografia e História do Brasil no Colégio Pedro II.

Capistrano de Abreu também foi eleito para a Academia Brasileira de Letras, mas ele não quis tomar posse.

Dedicado ao estudo da história do Brasil colônia, ele desmistificou clichês dos europeu sobre os trópicos, como o caso do mito pré-romântico do "bom selvagem".

Morreu no Rio de Janeiro, aos 74 anos, em 13 de agosto de 1927.

Em dezembro de 2003, o Correio brasileiro editou um selo comemorativo aos 150 anos do nascimento de Capistrando de Abreu.






Desenho "Os Smurfs", dos simpáticos seres azuis, é publicado pela primeira vez 

Um famoso desenho com simpáticos seres azuis, que moram em uma vila, dentro de cogumelos, era publicado em um dia como este, no ano de 1958.

Estamos falando de "Os Smurfs" (em francês: Les Schtroumpfs), inicialmente uma história em quadrinhos criada pelo ilustrador belga Peyo (Pierre Culliford).

A palavra Smurf é a tradução original holandesa do francês "Schtroumpf", que, de acordo com Peyo, foi uma palavra inventada quando ele não lembrava como dizer "sal" durante um jantar com o colega cartunista André Franquin.

Existem mais de mil Smurfs que receberam nomes de acordo com suas características, como por exemplo Ranzinza, Soneca ou Gênio.

Há ainda a Smurfete, que é a menina na aldeia dos Smurfs.

As criaturas azuis usam gorros frígios na cabeça, o que representava liberdade na época dos romanos.

Ao longo do tempo, a fama dos Smurfs cresceu enormemente e o desenho se tornou uma franquia.

Seus personagens estão presentes em publicidade, filmes, desenhos na TV, jogos, parques temáticos, brinquedos e muito mais.



History

5 COISAS QUE PODEMOS APRENDER COM O VINICIUS DE MORAES



Vamos lá:

1. “QUE NÃO SEJA IMORTAL, POSTO QUE É CHAMA. MAS QUE SEJA INFINITO ENQUANTO DURE”, TRECHO DO SONETO DE FIDELIDADE 

Não vejo forma mais sensata de começar a falar sobre o que aprendi com a obra do “poetinha”. O trecho final do Soneto de Fidelidade é uma das coisas mais lindas que já li, e fique sabendo que eu já li muita coisa boa por aí.

A cada releitura, mais sentido e emoção eu vejo nele.

Por quê? Porque depois de alguns amores desfeitos – e corações deixados para trás -, eu finalmente entendi que ansiar pela eternidade dos laços é uma grande besteira, uma expectativa desnecessária que só nos leva ao sofrimento e à sensação de tempo desperdiçado.

Depois que percebi que as relações amorosas podem ser maravilhosas, mesmo quando não duram para sempre, tudo ficou mais lindo e cheio de sentido.

Eu parei de tentar estender, à força e a todo custo, aquilo que já perdeu o sal e a pimenta. E parei de maldizer – apenas por ter terminado – aquilo que já findou.

Parei de dizer “não deu certo” e comecei a dizer “deu certo enquanto durou”, mesmo que tenha durado apenas uma semana. Ou um dia, sei lá.

Essa coisa de “até que a morte os separe” é uma senhora idiotice.

Um relacionamento de sucesso, definitivamente, não é aquele que dura para sempre, e sim o que é intenso – e memorável – enquanto dura.

Que tal focar na intensidade dos seus amores, ao invés de desejar, como uma louca, amores sem fim?



2. “PORQUE A VIDA SÓ SE DÁ PRA QUEM SE DEU”, TRECHO DE COMO DIZIA O POETA 

Parece óbvio, né? Porém, acredite se quiser, para muitos não é. E se você é do tipo que quer, de verdade, tudo aquilo que a vida é capaz de lhe dar, saiba que você precisa se entregar – de corpo, alma e coração – primeiro.

Porque enquanto você, por medo de não dar certo ou de um possível sofrimento, doar-se pela metade, não se livrar do morno e continuar a mergulhar raso em tudo, certamente não terá nada além de sentimentos meia-boca, e não encontrará razões para mínimas poesias.
Se você quer sentir, de fato, as maravilhas que só uma emoção pode prover, esqueça essa coisa de forçar o seu coração a permanecer gelado.

E se entregue à vida. Mergulhe. Atire-se. Pule em direção ao desconhecido.

Pode ser que dê tudo errado e que você sofra depois, mas é a única forma de se manter aberta – e disponível – às melhores coisas que a vida tem para nos oferecer.

Para que você consiga uma chance de gargalhar até a barriga doer, precisará, também, aceitar o inevitável risco de chorar até ficar com olhinhos de gueixa, maquiagem de panda e pálpebras de pinguça. Mas vale.


3. “PORQUE O PERDÃO TAMBÉM CANSA DE PERDOAR”, TRECHO DE REGRA TRÊS 

Ele já perdoou você três vezes. Ou quatro? E você continua a magoá-lo, como se o estoque de perdão dele fosse infindável.

Cuidado! Porque, como bem disse o Vinicius: “o perdão também cansa de perdoar”.
Não abuse da boa vontade do perdão. O último perdão que você ganhou, talvez, tenha sido o último.

Pode ser que, ao invés de um perdão, ele lhe dê um pé na bunda. E depois, provavelmente, não adiantará se ajoelhar em praça pública e dizer: “Perdoe-me, por favor, só mais uma vez!”.


4. “PARA VIVER UM GRANDE AMOR (…) É SEMPRE NECESSÁRIO TER EM VISTA, UM CRÉDITO DE ROSAS NO FLORISTA”, TRECHO DE PARA VIVER UM GRANDE AMOR 

Flores ou não, a grande verdade é que – em qualquer relação – as surpresas sempre caem bem. Aliás, bem melhor do que as rosas, em minha opinião, são aquelas surpresas com o potencial de demonstrar o quanto você prestou atenção nos mínimos detalhes do seu parceiro. Saca?

Aquela surpresa capaz de mostrar que você conhece o filme preferido do cara. Ou a banda pela qual ele volta a ser adolescente fanático. Aquela surpresa que demonstra que você não estava viajando quando ele disse que prefere camisetas escuras e sem estampas.

E se você, diferente de mim, não acredita no poder atômico de uma surpresa, faça o teste hoje e surpreenda o homem que você ama. Não, você não precisa dar um ursinho de pelúcia com um cartão fofo. Um ingresso para o UFC já basta.

Ou bolinhos de arroz prontos quando ele chegar cansado e sem ideia do que comer. Ou até, quem sabe, uma garrafa de uísque e um livro do Vinicius de Moraes. Por que não?


5. A MÚSICA COTIDIANO Nº 2, INTEIRA 

Até tentei escolher um pedaço da música para exemplificar o que eu quero falar a respeito dela. Mas não consegui. Você precisará ouvi-la do começo ao fim, e garanto que não será sacrifício algum.

É uma das músicas que eu mais gosto. Sabe por quê? Pois é uma linda homenagem às coisas simples e, a meu ver, as mais bonitas da vida.

Um sonoro brinde àquelas miudezas fantásticas que estamos deixando de lado, para nunca mais, enquanto nos perdemos dentro de telas touch que dão acesso a universos paralelos, sem cheiro de chuva, dama-da-noite ou café recém-feito. Está me entendendo?

A música Cotidiano Nº 2 mostra a boniteza das coisas que, graças à nossa pressa a cada dia maior, estão sendo deixadas no banco de reserva. Muitas vezes a solução dos nossos problemas não está em um aplicativo que combate o stress, ajuda na hora da conquista e ensina você a fazer ovos no micro-ondas.

Muitas vezes,  a solução dos seus problemas é pisar na grama, passar um dia inteiro sem fazer coisa alguma, deixar o celular na gaveta, rir do que parece – só parece – sério, comer pão na chapa, aprender a tocar violão ao invés de fazer mais uma pós-graduação, tirar um tempo para observar o vai e vem do mar ou, apenas, fazer algo que não deixa você se esquecer do quanto o cotidiano, mesmo que cheio de dificuldades e chances de tropeços, é lindo...

Por: Ricardo Coiro

quarta-feira, outubro 22, 2014

Alerta: Carta Aberta aos Brasileiros:

O que todo brasileiro precisa saber sobre o PT 


Boa Noite...


Deixando meu carinho..


Boa tarde Comentando...










"Se as coisas fossem perfeitas, não existiriam lições de vida,
não haveriam arrependimentos e nem descobertas...
Se tudo fosse perfeito mãos não se uniriam e sonhos não seriam valorizados.
Se tudo fosse perfeito olhares não se completariam e gestos passavam despercebidos. Se tudo fosse perfeito as lágrimas não existiriamas palavras seriam perfeitas...
Se tudo fosse perfeito eu pularia no abismo sem medo da morte
Pois asas eu ganharia...
Se tudo fosse perfeito eu atravessaria o oceano sem medo de ser levada pelas ondassem receios de me perder em suas profundezas.
Se tudo fosse perfeito dores não existiriam e a cura não seria procurada...
Se tudo fosse perfeito não haveria a busca pela perfeição...
Nada é por acaso pois nem o destino é perfeito."


(Desc.autor)




Sol Hoffmann










A chave da felicidade




Muitas vezes quando nos julgamos muito inteligentes, estamos apenas no meio do caminho que essa palavra significa. Ser inteligente não é saber tudo ou ter a curiosidade de tudo saber. Ser inteligente é tirar proveito das lições da vida, olhar os acontecimentos com objetividade e não permitir que as emoções dominem a situação.

Desistir na metade do caminho só porque alguém disse que seria difícil continuar, não é uma atitude inteligente. É importante continuar e até com mais ânimo e vontade de vencer quando as dificuldades apontarem na esquina. Fazemos isso com as crianças quando queremos obter alguma coisa delas dizendo "aposto que você não vai conseguir" porque sabemos que ela vai pegar aquilo como um desafio e vai se desdobrar em esforços. E por que baixamos os braços, nós, adultos, conscientes e tão sábios?

Há quem diga que tomou esse ou aquele caminho porque não teve opção. É a vida, o que podemos fazer? Devemos aceitar as situações porque esse é o nosso destino. Será? Se fosse assim, melhor seria não fazer nada, se sentar num canto e esperar o destino acontecer.

Temos opções sim, mesmo se não são as que esperamos, as que desejamos. Podemos desistir, podemos perseverar, podemos ficar parados para ver o que acontece. O que não podemos, geralmente, é voltar atrás. Não... nós voltamos atrás nas nossas decisões, mas não nas conseqüências que elas já ocasionaram em nós... e nos outros!

Quando a caminhada parecer longa e dura demais e as pessoas acharem que você vai desistir, encha o peito de fôlego e prove do que você é capaz. Volte a ser criança e aceite o desafio, sem duvidar um instante que você vai conseguir. Lute até o último instante e se você não mudar a situação, vai ter deixado pelo menos nos outros e em você mesmo a impressão de um batalhador, que não se deixa facilmente vencer.

Não deposite nas mãos de ninguém e em nada a chave para a sua felicidade. Guarde consigo o poder de ser dono da sua própria vida e diga-se que se você for um bom condutor, vai saber evitar acidentes. E se eles vierem, apesar de tudo, nem por isso condene-se! Muitas quedas acontecem para nos acordar para uma outra realidade, para nos ensinar a parar um pouco e, quem sabe, encontrar outras direções e saídas. E caminhar sem parar pode ser extremamente entediante e cansativo.

Guarde no seu coração o amor a si mesmo e aos outros, cultive a fé como arma de luta, como escudo, seja guerreiro na história, nem que seja a sua e vença, porque se o próprio Deus acredita em você, não há razão para duvidar.


                                                               ( Letícia Thompson)






Sol Hoffmann

Conheça o Santuário de Nossa Senhora da Piedade em Caeté


O candidato da Coligação Muda Brasil, Aécio Neves, voltou ao Santuário Nossa Senhora da Piedade, em Caeté, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Acompanhado pelo senador eleito, Antonio Anastasia, Aécio afirmou que mantém a confiança de que, eleito, dará aos brasileiros um governo eficiente.

O ato simbólico de visita ao espaço sagrado da padroeira de Minas repete o gesto realizado no começo da campanha e reforça uma tradição iniciada por seu avô, reforça uma tradição iniciada pelo seu avô, o presidente Tancredo Neves 



Eu não sou pessimista, sou triste


(...) e do meu terraço, em Recife, rogo a Deus para não perder a fé na humanidade.

E lembro Pessoa em seu desassossego:

" Não me indigno porque a indignação é para os fortes;
 Não me indigno porque a indignação é para os fortes;
não me resigno, porque a resignação é para os nobres;
não me calo, porque o silêncio é para os grandes.

E eu não sou forte, nem nobre, nem grande.

Sofro e sonho.

Queixo-me porque sou fraco e, porque sou artista, entretenho-me a tecer musicais as minhas queixas e a arranjar meus sonhos conforme me parece melhor à minha ideia de os achar belos.

Só lamento o não ser criança, para que pudesse crer nos meus sonhos, o não ser doido para que pudesse afastar da alma de todos os que me cercam, (…)

Tomar o sonho por real, viver demasiado os sonhos deu-me este espinho à rosa falsa de minha sonhada vida: que nem os sonhos me agradam, porque lhes acho defeitos.

Nem com pintar esse vidro de sombras coloridas me oculto o rumor da vida alheia ao meu olhá-la, do outro lado.

Ditosos os fazedores de sistemas pessimistas!

Não só se amparam de ter feito qualquer coisa, como também se alegram do explicado, e se incluem na dor universal.

Eu não me queixo pelo mundo.

Não protesto em nome do universo.

Não sou pessimista.

Sofro e queixo-me, mas não sei se o que há de mal é o sofrimento nem sei se é humano sofrer.

Que me importa saber se isso é certo ou não?

Eu sofro, não sei se merecidamente.

Eu não sou pessimista, sou triste." 

Livro do Desassossego por Bernardo Soares. Vol.II. - Fernando Pessoa.

Antonia Lima

Que vergonha alheia!


"Lamentável um ex- presidente se referir a outro candidato como: "Filhinho do papai, bêbado, drogado, vingativo, desrespeitoso, sem educação, playboy mimado, violento que bate em mulheres, cheira álcool", etc.

Não, não vale tudo pelo poder.

Não vale disseminar o ódio dessa maneira chamando o outro lado de "nazistas".

Não vale dizer que um é candidato dos pobres; o outro, dos ricos.

Eu já vi este filme.

A eleição passa, tudo passa, até "aquele homem simples que eu tinha em meu imaginário".

Virou pó em sua ganância pelo poder.

Em seu medo de deixar o poder.

Em seu projeto de poder eterno.

O Nordeste NÃO tem dono, somos livres (ainda)... 

Não somos ignorantes para cairmos na lábia de "Mãe dos pobres, a Evita..." 

Que vergonha alheia!"



Antonia Lima

Acredite em si próprio e chegará um dia em que os outros não terão outra escolha senão acreditar com você.


Eu creio em mim mesmo. 

Creio nos que trabalham comigo, creio nos meus amigos e creio na minha família. 

Creio que Deus me emprestará tudo que necessito para triunfar, contanto que eu me esforce para alcançar com meios lícitos e honestos. 

Creio nas orações e nunca fecharei meus olhos para dormir, sem pedir antes a devida orientação a fim de ser paciente com os outros e tolerante com os que não acreditam no que eu acredito. 

Creio que o triunfo é resultado de esforço inteligente, que não depende da sorte, da magia, de amigos, companheiros duvidosos ou de meu chefe. 

Creio que tirarei da vida exatamente o que nela colocar. 

Serei cauteloso quando tratar os outros, como quero que eles sejam comigo. 

Não caluniarei aqueles que não gosto. 

Não diminuirei meu trabalho por ver que os outros o fazem. 

Prestarei o melhor serviço de que sou capaz, porque jurei a mim mesmo triunfar na vida, e sei que o triunfo é sempre resultado do esforço consciente e eficaz. 

Finalmente, perdoarei os que me ofendem, porque compreendo que às vezes ofendo os outros e necessito de perdão. 

Mahatma Gandhi

Cuide bem de suas flores nesta primavera...Bom Dia!!!!


A natureza sábia nos ensina o ciclo da vida: 

Em nosso país, começamos o ano no verão, altas temperaturas proporcionam intensas relações. 

Vem o outono e é tempo de observar as folhas secas, admitir o que não vingou e colher os frutos do que valeu a pena. 

Chega o inverno e o frio nos obriga hibernar em reflexão. 

Finalmente se apresenta a primavera fazendo brotar e florir nossa evolução. 

Cuide bem de suas flores nesta primavera e lembre que logo mais o verão esta de volta... e o ciclo recomeça. 

Monica Fernandes

Hoje na História...


Papa João Paulo II assume o poder da Igreja Católica 

O Papa João Paulo II assumia, oficialmente, o posto de líder da Igreja Católica em um dia como este, no ano de 1978.

Ele ficaria no cargo até o dia da sua morte, em 2 de abril de 2005.

Natural da Polônia, João Paulo II teve o terceiro maior pontificado documentado da história - atrás de São Pedro (37 anos) e Pio IX (31).

Foi um dos líderes da Igreja com mais viagens pelo mundo: visitou 129 países durante o seu papado.

Também conseguia se comunicar em vários idiomas, além do polonês.

Outro número de seu pontificado é em relação à vocação universal pela santidade: beatificou 1340 pessoas e canonizou 483 santos.

Após sua morte, João Paulo II foi proclamado beato em 1 de maio de 2011 pelo Papa Bento XVI, na Praça de São Pedro, no Vaticano.






Morre o escritor Oswald de Andrade 

Um dos grandes nomes do modernismo literário brasileiro morria no dia 22 de outubro de 1954.

Neste dia, falecia em São Paulo o escritor Oswald de Andrade, um dos promotores da semana de Arte Moderna de 1922, na capital paulista.

Ele foi autor do Manisfesto da Poesia Pau-Brasil e do Manifesto Antropófago, um dos marcos do modernismo.

Também publicou o primeiro livro de poemas do modernismo brasileiro, chamado Pau-Brasil.

Na sua busca por uma identidade da arte brasileira, Oswald de Andrade se interessava pelas formas de expressão ingênuas e primitivas.

Para ele, toda a multiplicidade cultural do Brasil representava uma vantagem para a renovação artística do país, até então influenciada por modelos tradicionais de arte europeia.

Oswald de Andrade também propôs uma língua nacional diferente do português.

A ideia era um idioma brasileiro, formado por um vocabulário popular, explorando alguns desvios da fala, imitando o "erro criativo".

Contudo, uma das suas ideias mais conhecidas é a da antropofagia, que explora o papel simbólico do canibalismo nas sociedades tribais/tradicionais, já que o canibal não come o ser humano pela alimentação, mas para adquirir as qualidades do inimigo ou de alguém.

Com isso, Oswald pretendia expressar que a cultura brasileira é mais forte; foi colonizada pelo europeu, mas digere o europeu e assim torna-se superior a ele.

Com suas ideias, Oswald foi um vanguardista, e teria sido o primeiro brasileiro, cronologicamente, a influenciar o movimento literário brasileiro de maior repercussão internacional, o concretismo.

Mais tarde, influenciou outros movimentos como o tropicalismo (música) e grupos como Teatro Oficina e Cia. Antropofágica.


"Tupi or not tupi - That is the question." 

 "Só a Antropofagia nos une. Socialmente. Economicamente. Filosoficamente" 

[Oswald de Andrade]

History

NADA COMO UM VÍDEO: Dilma se derramando em elogios ao então governador Aécio Neves. Dilma já tentou se dissociar do que disse, mas vale a pergunta: ela mentiu na ocasião, ou mente agora, quando fala mal do governo Aécio?

A presidente Dilma já tirou o corpo fora, diante da repercussão que tiveram suas palavras de elogio ao então governador Aécio Neves (PSDB) em Minas Gerais, dizendo que foi “generosa” com o hoje adversário na disputa do Planalto.

Mas, diante dos elogios que ela fez a Aécio quando governador, como mostra o vídeo abaixo, fica a velha pergunta: ela mentiu na ocasião, ou está mentindo agora?

Confiram:



Ricardo Setti - VEJA

terça-feira, outubro 21, 2014

Somos bagagem...


Somos bagagem. 

Somos feitos de coisas que trazemos da vida. 

Carregamos conosco todas as alegrias e desventuras que já conhecemos. 

Todas as lágrimas choradas e todos os risos sinceros. 

Todos os tombos que demos e as nódoas negras que os recordam. 

Todas as vitórias conseguidas e o suor que as fez alcançar. 

Todos somos bagagem. 

Pedaços de coisas que conquistamos. 

Fragmentos de experiências. 

Peças de um todo, que sozinhas não fazem sentido. 

Todos trazemos bagagem. 

Malas cheias de sonhos. 

Caixas com sorrisos. 

Pacotes de tristezas. 

Sacos com saudades. 

Caixotes com conquistas. 

Todos temos bagagem. 

Emocional. Material. Sensorial. 

Somos bagagem. 

E precisamos de que o outro esteja disponível para nos ajudar a desempacotar caixotes. 

Mas, antes disso, precisamos de estar disponíveis para aceitar a bagagem do outro. 

Somos bagagem. 

Eu e tu. 

E, a tua bagagem, é como se minha fosse. 

Basta entrares e pousares as malas. 

E recostares-te. 


Rita Leston

Policiais – É fácil criticá-los, são eles que morrem por nós


Tributo aos heróis que morrem por nós diariamente, aos que não morrem mas arriscam suas vidas, e sobretudo a todos eles que salvam vidas.

Aos reprovados pela sociedade, aos que tem de conviver diariamente com a realidade de sair de casa sem saber se vai voltar, aos que tem que conviver com uma linha tênue que divide o herói do criminoso e que dioturnamente são criminalizados pela sociedade hipócrita que não reconhece o valor de um herói.

Uma homenagem aos grandes heróis da democracia brasileira:



Revolta Brasil

Eu tolerei...



Uma surpresa pra você! Uma música que embalou o Brasil, agora embala a reta final da campanha. 






Facebook

Boa Tarde....



Deixando meu carinho...

Dólar opera em alta após pesquisa mostrar vantagem de Dilma


O dólar opera em alta nesta terça-feira (21) ,após pesquisa Datafolha de intenções de voto mostrar pela primeira vez a presidente Dilma Rousseff (PT) em vantagem numérica contra Aécio Neves (PSDB) no segundo turno das eleições, empatados no limite da margem de erro.

No início dos negócios, segundo a agência Reuters, a cotação chegou a R$ 2,50.

Por volta das 10h20, a moeda norte-americana avançava 1,15%, a R$ 2,492 na venda.

Prévia da inflação oficial avança para 0,48% em outubro, diz IBGE 

Ficaram mais caros carne, cerveja, frango, arroz e energia elétrica.

Em 12 meses, índice acumula alta de 6,62%, acima do teto da meta do BC.


G1

Aparentemente sóbrio, Lula fala mal da imprensa e cita jornalistas


Lula foi além, ontem à noite, do limite da irresponsabilidade.

Em comício em Itaquera, distrito da Zona Leste da capital paulista, ele falou mal da imprensa – até aí nada demais. É direito dele. E nada tem de original.

Mas a certa altura do seu discurso, ele citou os nomes dos jornalistas Miriam Leitão, do jornal O Globo, e de William Bonner, apresentador do Jornal Nacional da Rede Globo de Televisão.

- Daqui para frente é a Miriam Leitão falando mal da Dilma na televisão, e a gente falando bem dela (Dilma) na periferia. É o (William) Bonner falando mal dela no “Jornal Nacional”, e a gente falando bem dela em casa. Agora somos nós contra eles - ameaçou Lula.

As cerca de cinco mil pessoas reunidas para escutá-lo foram ao delírio. Mais tarde, no teatro da Universidade Pontifícia de São Paulo, no bairro de Perdizes, Lula voltou a criticar a imprensa. E a citar Míriam Leitão e a Rede Globo.

Não dá para afirmar que ele tenha bebido antes de discursar. Aparentava estar sóbrio. Líderes do PT que testemunharam os discursos de Lula sorriram com o que ele disse. Certamente não pensaram numa coisa – e se pensaram não deram importância.

A saber: Lula expôs dois jornalistas à ira dos seus seguidores fanáticos.

Nesta reta final de campanha, os ânimos estão cada vez mais exaltados de um lado e do outro. Se um ex-presidente da República, popular como Lula, menciona nomes de pessoas e completa dizendo que “agora somos nós contra eles”...

Quer tenha sido essa sua intenção ou não, legitima a eventual ação de um desequilibrado que pode atentar contra a integridade dos jornalistas alvos da insanidade dele.

Por orientação do marketing da campanha da candidata, ela e Lula combinaram como deveriam se comportar a poucos dias do dia da eleição em segundo turno.

Coube a Lula o papel de bater forte nos adversários – e em quem mais ele quisesse. A candidata, bancar a vítima dos ataques do PSDB.

A candidata bate como um estivador. Quer apanhar como uma criança indefesa.

Lula está à vontade. Desaforo é com ele. Desacato é com ele. Partir para cima é com ele. Usar palavrões é com ele.

Quanto a candidata... No papel de coitadinha não convence. Longe disso.

O PT se vale de todas as armas, as legítimas e as vetadas pelo senso comum, para não perder o poder que conquistou há 12 anos. Vale, vale tudo. Vale a manipulação de informações, vale a mentira deslavada, vale a pressão sobre os mais vulneráveis.

O desejo do PT de se eternizar no poder começou com o mensalão 1, esquema que pagava propina a deputados federais. E se afirmou com o mensalão 2 – o esquema de desvio de recursos da Petrobras para enriquecer políticos e financiar campanhas.

O mensalão 1 garantiu a reeleição de Lula. O mensalão 2 parece capaz de garantir a reeleição da presidenta.

Até hoje, o PT, Lula e a presidenta não admitem que corromperam a política mais do que ela já fora corrompida. Isso significa que se ganharem a eleição do próximo domingo continuarão agindo como de hábito.

Afinal, se os eleitores não mudam com eles por que eles devem mudar?

NOBLAT

Um dia resolvi assumir meus cabelos brancos...


Um dia resolvi assumir meus cabelos brancos.

Em cada fio, percebi uma história, um momento.

Haviam de vários tons.

Os bancos da cor da neve, de uma alegria pura e suave.

Os amarelados dos amargos e dissabores.

Os cinzas dos dias duros, porém imensamente compensadores.

Juntos, formavam caminhos, trilhas, estradas.

Tirei um pente e fui, pouco a pouco, arrumando-os tal qual livros em uma prateleira que se misturam em seus temas, emoções, propostas.

Olhei para o espelho e sorri.

Percebi que haviam mais alguns fios originais, resistentes.

O que virariam?

Prefiro deixar para o destino das cores decidir isso no momento certo.

Por hora, eles se misturam nesse meu caminhar.

Emille Kisar

Só você pode mudar a História do Brasil...

26 de Outubro de 2014!!!


Só você pode mudar a História do Brasil...

Mas se você está feliz com o Brasil atual, pra que mudar?

O Brasil está nas suas mãos...

O Brasil, hoje dividido entre os que sabem e os que não tem a oportunidade "do saber"...

Você pode mudar isso... Todos tem o direito "do saber"...

Somos um único povo... Somos todos BRASILEIROS...

Minhas mãos não podem ajudar na mudança, mas minhas "letrinhas" muitas vezes mal digitadas, se transformam em palavras... Num GRITO de mudança...

O Brasil que escolhi pra viver não é este...

Vivi num Brasil onde crianças brincavam na rua sem medo de serem raptadas ou atacadas por pedófilos...

Depois de muito tempo, vivi a vida... Andei pelas ruas de Ipanema nas madrugadas, sem medo da VIOLÊNCIA...

Conheci um BRASIL BONITO....Um BRASIL DE PAZ...

Você não conheceu esse Brasil?...Está na hora de conhecer...

Só você pode fazer isso acontecer...

Não tenha medo... Sei que o novo sempre assusta...

Mas todo brasileiro é forte e capaz...

Tenho orgulho de poder viver entre você...Povo brasileiro...

Sabemos que o mal anda sempre por perto... Ele assusta e aterroriza...

Mas afinal, sabemos que DEUS é brasileiro...

Não tenha medo...

Mude a história... Reinvente o Brasil...

Dê seu grito de LIBERDADE e ESPERANÇA!!!

Levante sua "espada" na URNA e digite: " Eu quero um novo Brasil!!!"

Conquiste tudo que o Brasil  perdeu... SAÚDE...EDUCAÇÃO...ÉTICA...DIGNIDADE...

Não aceite esmolas... Não se acomode...

Não aceite o "peixe"... Exija a "vara"...

Pesque sua felicidade...Modifique seu futuro...

Modifique o futuro da criança brasileira...

Ainda dá tempo de mudar...

Está nas suas mãos...

Acredito em você...

Ame o Brasil tanto quanto eu...

maria tereza cichelli

Hoje na História...


Nasce Alfred Nobel, criador do prêmio Nobel 

Criador do prêmio Nobel, o sueco Alfred Nobel nasceu no dia 21 de outubro de 1833 na cidade de Estocolmo.

Químico, engenheiro e industrial, ele tentou encontrar uma maneira segura de manusear a nitroglicerina, o que o levou à invenção da dinamite e da tampa de detonação.

Ele foi dono de fábricas para produção de dinamite e de empresas para comercialização do produto.

Nobel desenvolveu poderosos explosivos e construiu detonadores.

Ele ainda registrou mais de 350 patentes, muitas delas não relacionadas com explosivos.

Com uma personalidade complexa, ao mesmo tempo dinâmico e recluso, foi um pacifista, mas acabou rotulado como “mercador da morte” por sua atividade com os explosivos.

Talvez para contrariar este rótulo, ele deixou a maior parte da sua fortuna para a criação do Prêmio Nobel, que se tornaria o mais conceituado dos prêmios internacionais.






Dom Pedro II funda o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro 

Inspirado no Institut Historique de Paris, D. Pedro I fundava em um dia como hoje, no ano de 1838, o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB), no Rio de Janeiro.

Trata-se da mais antiga e tradicional entidade de incentivo à pesquisa e preservação histórico-geográfica, cultural e de ciências sociais do Brasil.

A sua criação tinha como objetivo, acima de tudo, a construção de um Estado imperial centralizado e forte.

Suas principais atividades estavam orientadas à publicação de documentos relevantes para a história do Brasil e o incentivo aos estudos de história.

Na época de sua fundação, o Instituto reuniu em seus quadros integrantes da alta sociedade e intelectuais, com membros locais e de outras partes do mundo.

Durante muitos anos, o IHGB foi a única fonte produtora de saber histórico, seu monopólio só foi quebrado em 1862, com a criação do Instituto Arqueológico e Geográfico Pernambucano e, posteriormente, com outros institutos como o de São Paulo ou o Mineiro.

Atualmente, além de publicar a Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (RIHGB), reunindo artigos de seus membros, a instituição tem importante papel na preservação da memória cultural do país.






Thomas Edison inventa a lâmpada incandescente comercializável 

Em um dia como este, no ano de 1879, o norte-americano Thomas Edison transformava o invento da lâmpada incandescente em algo comercializável, usando uma haste de carvão (carbono).

Desde o início do século XIX, vários inventores tentaram construir fontes de luz à base de energia elétrica, e a maior dificuldade era encontrar um filamento que não queimasse a lâmpada - atualmente é usado o filamento de tungstênio, cuja temperatura chega a 3000°C.

Para evitar a combustão dos filamentos, todo o ar da lâmpada é removido e, em seu lugar, são inseridos gases inertes.

O grande problema é que o rendimento da lâmpada incandescente é muito baixo: apenas o equivalente a 5% da energia elétrica consumida é transformada em luz, os outros 95% acabam como calor.

Thomas Edison registrou 2.332 patentes em sua vida e era conhecido como "O Feiticeiro de Menlo Park".

Ele foi um dos primeiros inventores a aplicar os princípios da produção maciça ao processo da invenção.

Ele morreu no dia 18 de outubro, aos 84 anos, em West Orange, Nova Jersey, nos EUA.



History
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...