quarta-feira, março 29, 2017

Eu ainda sou aprendiz no viver.


Quem de nós nunca chutou o balde, gritou até ficar rouco, xingou um amigo, esbravejou contra à vida, quis dar uma "morrida", até a vida parecer ter sentido de novo?
Quem de nós nunca sofreu por amor, nunca alardeou uma dor, nunca berrou por temor?
Definitivamente, todos.
A única diferença é que, alguns, o fazem abertamente. Outros, aos mancos sussurros, mas, humanos, todos fazem em algum momento na vida.
Por isso, meu amigo, não te prometo coerência, em cem por cento da nossa relação.
Sabe por quê?
Eu ainda sou aprendiz no viver.
Sinto a vida como muitos, a diferença é que não me coloco indiferente.
É preciso, muitas vezes, se desarrumar por dentro, se descabelar, se desobstruir, para se fazer das tripas, coração.
De novo.

| Cláudia Dornelles |

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...