.

.

segunda-feira, setembro 12, 2016

Desabafo sobre o amor


Nada mais arrebatador que o amor.

Ele não faz distinção de nada.

Ele se instaura e ponto!

Nunca final...

Há quem diga que em vez de gostar de animais deveríamos adotar crianças.

Eu, como já contribuí diretamente e indiretamente com a subsistência de algumas, não me afeto por esse comentário.

Que, aliás, nunca foi feito para mim, pessoalmente.

Sei de ouvir dizer.

Mas, penso que todos deveriam conviver com algum animal em algum momento da vida.

Refiro-me à convivência estreita.

Assim, conhecerão o amor desmedido, desinteressado, puro e apurado.

Tudo só depende de uma coisa, da troca profunda e grata entre os seres que se amam.

Nenhum outro interesse senão amar!


Cláudia Dornelles

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...