.

.

segunda-feira, agosto 22, 2016

Parabéns a todos os atletas e suas famílias, equipes e técnicos!


Conseguimos fazer uma celebração linda (é importante saber celebrar e não é qualquer um que sabe), competimos, perdemos e ganhamos.

Ganhamos auto-estima.

Apesar da redenção do nosso futebol, ele não foi o protagonista.

Saímos fortalecidos pelas medalhas da Rafaela Silva, Maicon Siqueira, Robson Conceição, Thiago Braz, Mayra Aguiar, Arthur Zanetti, Poliana Okimoto, Diego Hipólito, Arthur Nory, Felipe Wu, Martine Grael e Kahena Kunze, Agatha e Barbara, Bruno e Alisson, Rafel Silva, Isaquias Queiroz e Erlon Silva, toda a seleção de vôlei.

E também sofremos e torcemos por todos que não chegaram ao pódio, mas fizeram uma olimpíada histórica na sua casa!

São histórias vitoriosas de superação.

Eu amei acompanhar e torcer por pessoas que dedicam suas vidas ao esporte, ao espírito olímpico, que mesmo sem o apoio necessário, conseguem superar todas as dificuldades e competir!

Parabéns a todos os atletas e suas famílias, equipes e técnicos!

Que a gente saia dessa jornada com um orgulho real e consciente do quanto ainda temos de potencial para ser descoberto.

Para finalizar quero dar um destaque para a canoagem.

Tivemos uma conquista histórica.

Pela primeira vez um atleta conquistou 3 medalhas numa olimpíada.

Isaquias Queiroz é da cidade das Canoas, pratica um esporte que para mim pode ser o mais brasileiro de todos, pois resgata uma tradição indígena.

Na sua cidade Ubaitaba não existe um CT digno, o Rio das Contas esta poluído.

Existem centenas de meninos como Isaquias remando nesse rio, trabalhando como canoeiros que podem ser heróis em Toquio 2020, Paris 2024.

[ Texto de Leandra Leal ]

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...