.

.

sexta-feira, dezembro 25, 2015

Fotógrafos relatam a história por trás de dez imagens de 2015


"Migrantes coletam água da chuva em acampamento temporário de refugiados perto Kanyin Chaung, em Mianmar.
Eles faziam parte de um grupo de 400 pessoas que foram amontoadas em um armazém pela polícia, após terem passado mais de dois meses a bordo de uma embarcação, com racionamento de comida e água.
Não havia nenhum sinal das agências da ONU para refugiados ou de ajuda externa no local.
Eles estavam brigando uns com os outros pelo espaço para coletar água em suas garrafas e pratos.
Eu podia ver o quão significativo era para eles ter a chance de beber e limpar-se com qualquer pequena quantidade de água que pudessem capturar."

(Soe Zeya Tun)


"Refugiado sírio segurando bebê nada em direção à ilha grega de Lesbos.
Mais um barco inflável com dezenas de migrantes e refugiados em direção à costa em um mar calmo. De repente, a cerca de 200 metros de distância, a parte traseira do barco esvazia sem razão aparente, e as pessoas começam a cair no mar.
A distância na hora da foto não me permitiu ver os detalhes da imagem claramente.
Foi só quando comecei a edição que percebi a cabeça minúscula de um bebê e o homem gritando, tentando mantê-los acima da água.
Olhando para trás, o momento mais memorável foi quando eu abri a imagem e vi o bebê, que parecia dormindo como se em um berço --sonhando ou ouvindo uma canção de ninar."

(Alkis Konstantinidis)

UOL

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...