.

.

segunda-feira, julho 06, 2015

Que importância têm as bandeiras?


O grande romancista francês Gustave Flaubert escreveu a mais célebre definição das bandeiras:

“Estão tão manchadas de barro e sangue que deveriam desaparecer de vez”. 

O autor de Madame Bovary redigiu essas palavras em 1869, em carta a George Sand, no momento em que acabavam de se firmar como símbolos nacionais.

Muitos anos e muitos conflitos depois, as bandeiras de nossos pais continuam a ter papel gigantesco na vida das sociedades, às vezes para unir, outras para dividir. Flaubert estava enganado: não desapareceram, antes pelo contrário.

Depois do massacre racista de Charleston, os Estados Unidos se viram mergulhados numa polêmica sobre a exibição da bandeira confederada, enquanto na Espanha o fato de o líder socialista Pedro Sánchez ter lançado sua candidatura à presidência do Governo com uma gigantesca bandeira espanhola ao fundo reacendeu a discussão nunca encerrada sobre a relação da esquerda com a insígnia nacional.

 Dylan Roof, EL País

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...