.

.

terça-feira, julho 14, 2015

Pra cada Francisco, 10 Angela Merkel


A economia a serviço das pessoas.
União dos povos no caminho da paz.
Preservar a natureza.
As propostas são do Papa Francisco.
Muita gente deve concordar, mas quem começa?
E por onde começa?

A única já em andamento é a de preservação da natureza.
E menos por generosidade ou grandeza e mais por autodefesa e assim mesmo só no ultimo minuto da prorrogação.
Estão aí os volumes mortos das represas que não me deixam mentir.
Se não cuidar, dança.

Quero ver é a “ditadura sutil” do capitalismo mexer no bolso e botar a economia a serviço das pessoas.
Quero ver a silenciosa, mas nada sutil indústria das armas topar mudar a linha de produção, quem sabe para próteses aos mutilados que vêm deixando mundo afora.

Tem muito jeito, não senhor Papa.
A história revela que a humanidade não gosta nada dos pacifistas, nem da conversa de botar a economia a serviço das pessoas.
Seu mentor mesmo, nosso querido JC, lá pra bem atrás, propôs tudo isso e... danou-se na cruz.

Bonzinho, dizem, ainda pediu: “Pai, perdoai. Eles não sabem o que fazem.” 
Sabem sim, doce Papa.
E o senhor também sabe que eles sabem.
É tudo de caso pensado.
Bando de predadores.

E não são só os figurões, não - dono de banco, empresário, gente de mando.
Aqui ao nosso lado - na colegagem de classe social, na vizinhança, no trampo, na escola - tá lotado de predadores.

Bando de loucos para defender “só” o seu, esmagar seus contrários, arranjar uma ditadura para fazer tudo que eles não têm mais autoridade para fazer em casa – proibir drogas, rock, homossexualismo, direito e independência das mulheres, dos negros, dos índios, rebeldias, empregada doméstica com direitos, bolsa família ou qualquer outra coisa que dê colher de chá para os pobres.

(Álcool ainda pode, viu. Cerveja enquanto for pobre.
Vinho quando ganhar um dinheirinho.
Champagne quando for rico.
E carrão, claro.
Dão tudo por uma ostentação).

Pensa que eles estão se importando que tenha gente ainda sem comer mundo adentro?
Ou que pobres sejam usados como cobaias humanos?
Que falte vacina e remédios?
Com as guerras que estão lá pelas arábias e áfricas?

Tão nada.
Vão à igreja – na sua e em outras tantas -, rezam, se benzem, recitam versículos, amarram promessas, puxam novenas, mas da porta pra fora já vão fazendo merda – fofoca, intriga, maldade, pequenos roubos (só “ganhos”, vá!), grandes maldades, como torturas, estupros, outras menores, como abandono, humilhação ou alienação parental.

Depois rezam de novo e acham que está tudo limpo.
E fazem outra vez.
Tudo fariseu, Papa.
Para cada irmã Dulce tem um milhão desses fariseuzinhos.

Para cada Papa Francisco tem dez Angela Merkel.
Para esses todos juntos, a Grécia que se exploda!
Vale o mesmo para Espanha, Portugal, Irlanda.
Mais a Argentina, o Brasil, a Bolívia, o Peru, o México...

Tão nem aí “cum nóis”, Papa.
É tudo da turma do farinha pouca, meu pirão primeiro.
Aí cabendo pirãozão – que é o que está em questão na zona do euro – e pirãozinho, que é porque briga a raia miúda.

Difícil começar essas suas três grandes tarefas. Tem gente pra isso, não.

Mudança na estrutura mundial?
Já deu uma olhada nos seus colegas chefes de Estado? Hollande? Cameron? Putin?
Angela, que de anjo não tem nada?
Não ta nem russo. Ta alemão.
Sempre que fica alemão, dá merda no mundo.

Fosse o senhor, Santo Padre, reforçava a segurança e só tomava chá depois que alguma freirinha provasse. Mesma coisa com a comida.

Agora então, que o senhor pediu perdão pros índios, falou mal do capitalismo... mexeu em vespeiro. Até na turminha ai dos rezadores tem uma multidão que vai passar a desconfiar:
“Eita! Esse Papa é comunista, fala mal do capitalismo e defende pobre e índio.”

To brincando, não.
Ainda há gente para quem qualquer um que olhe para os pobres - e não seja para dar esmolas, sobras – é comunista.

Cada um de nós tem uns 10 desses na família, entre amigos, vizinhos, colegas...
Agora, soma isso tudo e vai ver quantos eles são.

Ditadura sutil do capitalismo.
"Reconhecemos que este sistema impôs a lógica dos lucros a qualquer custo, sem pensar na exclusão social ou na destruição da natureza?" 
Mandou muito bem, senhor Papa.

Aliás, tem mandado muito bem.
Mas anda cutucando os de cima e os do meio.
Isso dá medo nessa nossa minoria que sabe um pouquinho de História, que ainda guarda alguma humanidade, algum atrevimento.

Consertar o capitalismo? Será, Francisco?
Vai ser foda. Mas vamos nessa.
Quem sabe Ele lá de cima, mais o que já foi crucificado se apiedam e dão uma mãozinha no tarefão que o senhor ta propondo. Benza Deus!

(Desculpa ai as malas palavras. Mas o senhor é argentino, gosta de futebol, torce para o San Lorenzo, já frequentou estádios – que agora são Arenas, viu! -, mesmo padre e meio santo, deve soltar o bocão às vezes, né? Beijo grande).

Tânia Fusco

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...