.

.

sexta-feira, junho 30, 2017

Eu quero falar das pessoas más-dolosamente, disfarçadas de "distraídas".




O que tem mais me feito pensar é a competência para dissimulação.


Disfarçam tudo, até calma irrestrita para apagar incêndios que elas mesmas engendram.


Tenho reparado que somos muitos bons, muitos em número e repletos de intenções bacanas, mas, que há uma minoria que abre brecha para disseminar o que há de pior.


Para quê?


Será que nós, que notamos inclusive quando somos usados numa palavra ou frase de nossa autoria, sem o devido contexto, estamos deixando claro o que queremos com as nossas palavras e como desejamos que sejam usadas?


O silêncio dos bem intencionados tem me feito repensar até que ponto essas pessoas desejam honestamente redes sociais mais íntegras.


| Cláudia Dornelles |

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...