.

.

domingo, outubro 02, 2016

Serei feliz quando eu for o motivo do sorriso alheio despertando


Eu assumo o controle da minha vida,

dos meus atos,

da inocência,

da incerteza,

da fé que por vezes é ilusória

mas é o elemento que me mantém de pé.

Eu assumo as minhas fragilidades,

os meus erros e também os acertos.

Serei feliz quando eu for o motivo do sorriso alheio despertando

e conseguir confortar

- ainda que com palavras ou, um abraço tímido curar.

Jamais aceitarei que me obriguem a ser o que não sou,

que roubem minha paz

e o que faz meu coração pular de alegria.

Permito-me ser julgado pela liberdade do meu sentir.

De resto, nada é tão importante

quanto agir de acordo com o que sussurra minha alma.

( Vitor Ávila )

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...