.

.

segunda-feira, outubro 03, 2016

Livre! Sem enrolação.


Ninguém é leve enquanto comido de apegos...

Enquanto esmagado por "minhas e meus", enquanto feito refém de caprichos...

Ninguém é leve enquanto sujeito à uma imagem...

Seja qual for, construída apenas para ocultar o verdadeiro eu...

Ninguém é leve...

Se nunca experimentou o sabor do simples...

Por achar inadmissível descer das poses, responsáveis pelo que chama de auto-estima...

Sendo apenas mais um nó de laço...

Apertado, esganando...

Mais uma cruz à arrastar.

Ninguém é leve se não percebe...

Que leves são os que nada são...

Nada que brilhe demais, que custe demais, que exija demais...

Nada que dê muito e inútil trabalho.

Leves são...

Os que em paz com tudo isso estão...

E a si não devem nada, nem a quem quer que seja...

Pois pra esses, o que vem antes de tudo...

É a lei básica do coração:

Amar simplesmente...

Viver intensamente...

Sem, às vaidades toscas, alienantes...

Não dever nem um tostão.

Aí sim, aí se é de fato leve...

Livre! Sem enrolação.

Gi Stadnick

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...