.

.

sábado, setembro 10, 2016

VOCÊ SENTE CULPA OU SAUDADE?


Saudade é exercitar a presença.
Culpa é exercitar a falta.

Saudade é reconhecer tudo o que foi feito.
Culpa é lembrar de tudo o que não foi feito.

Saudade é felicidade de ser.
Culpa é angústia de não ser.

Saudade é homenagem às virtudes.
Culpa é vergonha dos defeitos.

Saudade é somente precisar de si.
Culpa é responsabilizar o outro.

Saudade é ternura.
Culpa é tensão.

Saudade é andar pela memória.
Culpa é lembrança parada.

Saudade é se espantar com a experiência.
Culpa é estornar a experiência.

Saudade é permitir.
Culpa é proibir.

A saudade é resistência de viver.
A culpa é desistência de viver.

 A saudade é uma oração.
A culpa é uma maldição.

A saudade é um agradecimento.
A culpa é uma cobrança.

A saudade é buscar o melhor.
A culpa é não esquecer o pior.

A saudade é tranquilidade.
A culpa é desespero.

A saudade contenta-se com pouco.
A culpa não se contenta nem com muito.

A saudade é comédia romântica.
A culpa é drama.

A saudade alimenta-se de música.
A culpa cresce aos gritos.

A saudade é sentimento dobrado.
A culpa é ressentimento.

A saudade é distância.
A culpa é distanciamento.

A saudade é amar a solidão.
A culpa é odiar a solidão.

A saudade escreve a lápis para corrigir a tempo.
A culpa escreve a caneta para não dar segunda chance.

A saudade perdoa.
A culpa condena.

A saudade transforma a tristeza em prazer.
A culpa transforma o prazer em tristeza.

Com a saudade, o amor é possível.
Com a culpa, todo amor é um engano.

Fabrício Carpinejar

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...