.

.

sexta-feira, abril 22, 2016

Perguntou, mas quer saber mesmo?


As pessoas quando se dirigem às outras, comumente, perguntam : " - Como vai você ?" 

Na maioria das vezes é uma indagação protocolar, pois, se a resposta for honesta o bastante, num momento " nem fácil, nem favorável ", ela será abduzida da mente do perguntador.

Ele fica surdo, mudo, distante e abduzido!

As pessoas têm mais medo de serem socorristas, que residente de medicina ao dar o primeiro diagnóstico.

Conclusão :

O dito cujo perguntador é apenas um curioso.

Não dê mais informações.

Não satisfaça o prazer mórbido alheio.

Mas lembre-se : desobedeça sempre o protocolo.

Hipocrisia continua sendo feio.


Cláudia Dornelles

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...