.

.

segunda-feira, maio 04, 2015

O significado da palavra namastê


A Yoga é uma prática antiga, que goza de grande popularidade hoje em dia graças aos benefícios físicos e mentais que proporciona. Os praticantes da ioga utilizam com frequência a palavra namastê, geralmente como uma despedida no final da aula. Como é uma palavra em sânscrito, poucas pessoas conhecem seu belo significado.

Sua origem é muito antiga

As origens da palavra namastê são muito remotas, já que vêm da antiga cultura hindu. Umas das muitas línguas faladas na Índia é o sânscrito, que é considerada uma língua sagrada dentro dessa cultura. Os linguistas consideram o sânscrito um idioma perfeito e completo do ponto de vista gramatical. Os hindus usam a palavra namastê como uma forma de saudação, despedida, para agradecer e pedir, para demonstrar respeito, geralmente acompanhada pelo gesto (mudra) de juntar as palmas das mãos em forma de oração, colocando-as no centro do peito.

Qual é o seu significado?

Namastê é uma palavra composta. O termo “nama” significa saudação ou reverência e etimologicamente vem do “nam”, que quer dizer prostrar ou inclinar. O sufixo “te” é um pronome pessoal que significa “a você”. Então, se juntarmos os significados, descobrimos que namastê quer dizer algo como “eu o saúdo” ou “eu o reverencio”. No entanto, ela pode ter outros significados.

Namastê, espírito e ioga

Além do aspecto estritamente semântico da palavra namastê, o aspecto filosófico e espiritual que vem do sânscrito dá um significado mais profundo a essa palavra.

Por exemplo, o termo “nama” pode ser interpretado como “nada é meu”, o que significa que meu ego está reduzido a nada, conotando uma atitude de humildade diante do outro. Se essa saudação for de coração, se estabelece uma conexão verdadeira entre as pessoas, acima das expectativas e das máscaras sociais.

Outro significado espiritual dessa multifacetada palavra está na crença de que existe uma centelha divina em cada pessoa. Então, quando a palavra namastê é acompanhada por um gesto ou mudra, com as mãos juntas e uma inclinação de cabeça, estamos reconhecendo essa centelha divina em nós e no outro. Se nos expressássemos em palavras, seria algo como: “o Deus que habita o meu interior reconhece o Deus que habita em você”.

Como dissemos anteriormente, embora se utilize a palavra namastê no final das aulas de ioga como uma despedida, na realidade ela pode ser tanto uma despedida como uma saudação. O ideal seria começar a prática da ioga dizendo namastê como uma introdução e preparação, e falar novamente no final da aula, quando a mente e o ambiente estão mais calmos. Geralmente, os instrutores de ioga preferem dizer no final da aula, quando a energia é mais propícia.

A partir de agora, quando ouvir ou falar a palavra namastê, lembre que, de acordo com essa cultura antiga, você está participando conscientemente do processo de evolução espiritual que essa palavra estimula.

Mente Maravilhosa

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...